O calendário

Calendário 2016

Capa do calendário Minha São Paulo 2016

É com muito prazer que apresentamos o calendário Minha São Paulo, a primeira versão brasileira de uma iniciativa artística britânica inovadora. Idealizado pela organização inglesa Café Art, o projeto faz uso da fotografia como veículo de transformação social da população em situação de rua. O calendário Minha São Paulo foi realizado em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania da Prefeitura de São Paulo, a Organização de Auxílio Fraterno, o Núcleo de Convivência Porto Seguro, o 3º Festival de Direitos Humanos, a FujiFilm e a Royal Photographic Society.

Em novembro de 2015, 100 câmeras fotográficas descartáveis foram distribuídas a pessoas em situação de rua na capital paulista que, durante dois dias, fotografaram cenas cotidianas da vida na cidade sob suas perspectivas. O calendário Minha São Paulo é composto por 13 dessas imagens, que foram pré-selecionadas por um júri especialista e escolhidas através de votação popular durante o seminário sobre arte e cultura para a população de rua, ocorrido no dia 10 de novembro na Prefeitura de São Paulo.

Foto 2 – Preparação dos materiais

Preparando as câmeras para entregar aos participantes!

 

Dia de Lançamento do projeto na Organização de Auxílio Fraterno

Dia de Lançamento do projeto na Organização de Auxílio Fraterno

 

Foto 4

Entrega das câmeras! Foram 100 câmeras entregues a 100 pessoas em situação de rua em SP

 

Foto 5

Todo mundo já saiu fotografando ;)

 

Foto 6 – Júri técnico

Seleção das 20 melhores fotos, por um júri especializado.

Toda a renda arrecadada com a venda do calendário Minha São Paulo será revertida para projetos e organizações que trabalham com arte e população de rua da cidade.

A iniciativa tornou-se possível através do projeto With One Voice Brasil, programa de intercâmbio cultural entre o Brasil e o Reino Unido, realizado pela Streetwise Opera e People’s Palace Projects, que busca fortalecer e capacitar profissionalmente o setor da arte e população de rua através da troca de conhecimentos entre os dois países. O projeto conta com o apoio do British Council Brasil através do programa Transform e da Calouste Gulbenkian Foundation UK.